Decor de sábado!!

Dia de descansar, colocar a casa em ordem, fazer compras e vivenciar bons momentos com a família em seu lar!! Eis o Sábado, começamos no final da sexta, parece uma reposição de energia para a próxima semana, uma rotina, nele programamos a noite e o domingo e assim se vão nossos dias e meses!!

Uma casa bem iluminada, convidativa e cheia de vida, nos abraça e nos mantém gratos a cada dia, por isso pense em manter seus dias e seu lar harmônicos, repleto de amor, faça isso em seus dias de folga, em seus dias de lazer e pode ser hoje, pode ser sábado sim e deixe suas obrigações e tarefas severas para depois de amanhã!!!

livros e prazer de morar bem! Uma sala para receber e uma linda biblioteca Ambientes modernos e cheios de vida!!! Uma cozinha para receber Luz, branco na decoração e madeiras claras decor de sábado decasapramoda 6

Adiamento

Depois de amanhã, sim, só depois de amanhã…
Levarei amanhã a pensar em depois de amanhã,
E assim será possível; mas hoje não…
Não, hoje nada; hoje não posso.
A persistência confusa da minha subjetividade objetiva,
O sono da minha vida real, intercalado,
O cansaço antecipado e infinito,
Um cansaço de mundos para apanhar um elétrico…
Esta espécie de alma…
Só depois de amanhã…
Hoje quero preparar-me,
Quero preparar-me para pensar amanhã no dia seguinte…
Ele é que é decisivo.
Tenho já o plano traçado; mas não, hoje não traço planos…
Amanhã é o dia dos planos.
Amanhã sentar-me-ei à secretária para conquistar o mundo;
Mas só conquistarei o mundo depois de amanhã…
Tenho vontade de chorar,
Tenho vontade de chorar muito de repente, de dentro…
Não, não queiram saber mais nada, é segredo, não digo.
Só depois de amanhã…
Quando era criança o circo de Domingo divertia-se toda a semana.
Hoje só me diverte o circo de Domingo de toda a semana da minha infância…
Depois de amanhã serei outro,
A minha vida triunfar-se-á,
Todas as minhas qualidades reais de inteligente, lido e prático
Serão convocadas por um edital…
Mas por um edital de amanhã…
Hoje quero dormir, redigirei amanhã…
Por hoje, qual é o espetáculo que me repetiria a infância?
Mesmo para eu comprar os bilhetes amanhã,
Que depois de amanhã é o que está bem o espetáculo…
Antes, não…
Depois de amanhã terei a pose pública que amanhã estudarei.
Depois de amanha serei finalmente o que hoje não posso nunca
Só depois de amanhã…
Tenho sono como o frio de um cão vadio.
Tenho muito sono.
Amanhã te direi as palavras, ou depois de amanhã…
Sim, talvez só depois de amanhã..
O porvir…
Sim, o porvir..

Fernando Pessoa

Texto: Alessandra Resende

Fotos: Rue

 

Anúncios

Vamos conversar!!!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s